Norte do Paraná

E lá fui, como se não houvesse mais nada para fazer da vida a não ser pesquisar no pai dos burros, o google, o que significa a palavra angra, além de ser o nome de uma das bandas de heavy metal brasileira, e claro, também um município dos afortunados cariocas, e não é deste que quero falar aqui, mas sim da região do norte pioneiro paranaense, chamada de Região Angra Doce.

Você sabe o que é Angra? Bem, eu não sabia. Nas raízes da mitologia tupi-guarani, é a Deusa do fogo, dócil e amável, porém quando zangada, uma explosão. Já na geografia é mais frequente ser utilizada para as regiões de enseadas ou baías de ampla abertura junto as encostas elevadas, o que faz total sentido que os municípios paranaenses de Ribeirão Claro, Carlópolis, Siqueira Campos, e mais um par de cidades do Meu Paraná e de São Paulo, agraciadas pelo Rio Paranapanema, rio paulista de nascimento, e considerado o mais limpo saído de Sampa, recebem a denominação de REGIÃO ANGRA DOCE.

Ribeirão Claro, Região Angra Doce, Norte do Paraná
Estância Pedra do Índio. Pilotos Vento Norte em uma viagem memorável por Ribeirão Claro.

A Paisagem de Ribeirão Claro

Ao longo do percurso do rio usinas hidrelétricas foram construídas e grandes lagos se formaram, as represas, e tornaram-se verdadeiros cartões postais, com potencial para um notável polo turístico do estado paranaense em termos de aventura, esportes, turismo rural, e por quê não de descanso?

Represa de Chavantes, em Ribeirão Claro
Margens da represa de Chavantes, ao longe o Morro do Gavião. Uma trilha tranquila e uma vista estupenda.

Pontos turísticos Angra Doce

Ilhotas, encostas, cachoeiras, termas, e morros proporcionam um farto menu outdoor. Canoagem, trekking, rafting, caiaque, trilhas, tiro-lesa, pesca, passeios náuticos são algumas das atividades. O nosso esporte não fica de fora do cardápio. O parapente é super consolidado na região Estância Pedra do Índio, a estrutura é uma das melhores que já desfrutamos ao longo dos anos, pode-se inclusive acampar no espaço próximo a decolagem. A estância conta com um restaurante mirante. Enquanto voamos, os familiares e amigos contemplam nosso deslizar nos ares bem acomodados no espaço.

Informações da rampa de voo livre de Ribeirão Claro pode ser conferida no Guia 4 Ventos.

Por falar em parapente, você não precisa ir até o norte do Paraná para vivenciar a aventura aérea de voar livre, caso more em Curitiba e região metropolitana. As aulas do nosso curso ocorrem em Curitiba, no momento COVID a teoria on-line, e as aulas práticas no Morro do Cal, e em Campo Largo.

Voltando para o voo livre em Ribeirão Claro

O vídeo mostra um pouquinho do que é a Região, tanto em paisagem quanto em aventuras. Encante-se!

As aventuras atraíram o Richard Rasmussen, confere:

Não foi só o Richard que se rendeu para as belezas naturais de Angra Doce, mas o PLUG,  programa da RPC, afiliada a Rede Globo, também esteve por lá e o resultado foi um par de reportagens: http://g1.globo.com/pr/parana/videos/t/todos-os-videos/v/ribeirao-claro-parte-1/6452239/

A hotelaria é farta, desde campings, pousadas e hotéis, à aluguel de ilhotas particulares, como a Ilha 51, e hospedagens pesos pesados como o Tayayá Aqua Resort.

Depois de 3 videos robustos, sendo que 2 ainda contém parte 2 e 3, sobra pouco para escrever, a não ser: Conheça! Vá! Você sentirá que Pablo Neruda tinha razão quando escreveu:

“A terra me propõe, me dispõe e me embarga.”

Voo Livre em Ribeirão Claro
Jogos de Aventura e Natureza. Região Angra Doce

Importante: Verificar as restrições e orientações emitidas pelos Municípios, locais, atrações para o combate da pandemia COVID-19, tendo em vista que impõem normas a circulação de pessoas e de determinadas atividades, e que são sazonais conforme a necessidade e bandeiras de alerta de cada local.

As imagens utilizadas no blog são:

Menu de links deste artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui