O paraglider não depende de força bruta e não possui restrição de peso e altura, portanto homens e mulheres maiores de 18 anos podem se tornar piloto de parapente. Não exige preparo físico para iniciar, mas sim mobilidade e saúde mental.

“Voar de parapente é um esporte muito interessante, pois quebra alguns paradigmas: quanto mais velho você fica, mais experiente, melhor serão seus voos. Ou seja, com o passar do tempo a gente fica mais bem preparado, diferentemente de outros esportes que exigem demais da nossa condição física. Por exemplo, eu jogava basquete, mas com minha idade não consigo mais competir com a molecada, pois não tenho a mesma preparação física, apesar da minha pontaria na cesta ter melhorado. Com o parapente é diferente, quanto mais o tempo passa, mais experiente eu fico e melhor serão minhas decisões no ar.” (Marcos Meier)

A Associação Brasileira de Parapente – ABP – exige documentação que comprove a capacidade física e psicológica do praticante. A própria Carteira Nacional de Habilitação vale como comprovante devido ao exame médico e psicotécnico exigido pelo órgão competente. Caso o praticante não tenha CNH, torna-se necessário apresentar atestado médico.

Apesar do parapente não exigir rigorosamente preparo físico é importante ter em mente que praticar atividades físicas, alimentar-se bem, dormir bem, ir ao médico com regularidade e outros hábitos positivos são importantes para uma vida saudável, plena e com menos riscos. O ideal é que faça um check-up para iniciar no esporte conversando com seu médico a respeito para averiguar se não há nenhum impedimento como crises agudas de labirintite, desvios sérios e perigosos na coluna, osteoporose, problemas cardíacos etc. Nunca é tarde para começar a cuidar-se melhor e praticar qualquer atividade com tranquilidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui